"Vento novo, flores e cores.''
thatonebl0nde:

Vape
Ele/Ela.

Hoje eu queria agradecer imensamente o meu companheiro na vida, aquele que me acorda pro bom dia, seja por whatsapp ou cheio de beijos. Aquele que trás café na cama, com suquinho, pão quentinho e cafuné, dono dos meus sonhos e do meu maior orgulho. 
Somos comuns. 
Com tantas diferenças. 
Brigamos muito. 
Porque eu odeio quando bate o pé, não muda de decisão, quando o orgulho grita mais que o coração. 
Mais pra que reclamar?
Quando eu preciso chorar e falar que mais da metade do mundo não presta, você ta ali, me ouvindo e me fazendo rir só me olhando nos olhos. 
Você faz TUDO que eu quero (tirando ir comprar doce e cerveja) mais do resto você faz. Esquenta comida, coloca no prato, faz comida, me atura no video game e abandona suas vontades e seu futebol (as vezes) pra me esquentar aos domingos de manhã. 
Eu posso reclamar quando você vira a cara quando acendo meu cigarro (mais posso entender), e entendo. Posso reclamar quando peço alguma coisa e você não pode fazer (mais eu posso entender) e na maioria das vezes entendo. 
Nesse 1 ano e 2 meses juntos, você fez por mim o que ninguém mais fez. Você me ensinou que o amor não é gritaria, xingamento e falta de respeito. Que o amor não é todo dia flor, mais amor é paz e serenidade no coração. Que ao mesmo tempo que fossemos sinceros um com o outro, a felicidade já faria parte de nos dois. 
Eu sofri eternos anos e você sabe de cor tudo que passei (você acompanhou de fora), eu achava que não sofria, mais sofri e não foi por amor, foi pelo ser humano e você me ensinou a não sofrer mais. E eu aprendi. 
Hoje lado a lado. Eu e você nessa complementação diária, superando desafios, enfrentando medos e buscando sonhos. 

Eu te amo, e hoje eu só queria escrever isso pra deixar cravado numa parte da sua mente concretamente que você é tudo que eu mais quis na vida, e Deus mandou pra mim e eu agradeço. osanosincriveis ❤

Ele/Ela.

Hoje eu queria agradecer imensamente o meu companheiro na vida, aquele que me acorda pro bom dia, seja por whatsapp ou cheio de beijos. Aquele que trás café na cama, com suquinho, pão quentinho e cafuné, dono dos meus sonhos e do meu maior orgulho.
Somos comuns.
Com tantas diferenças.
Brigamos muito.
Porque eu odeio quando bate o pé, não muda de decisão, quando o orgulho grita mais que o coração.
Mais pra que reclamar?
Quando eu preciso chorar e falar que mais da metade do mundo não presta, você ta ali, me ouvindo e me fazendo rir só me olhando nos olhos.
Você faz TUDO que eu quero (tirando ir comprar doce e cerveja) mais do resto você faz. Esquenta comida, coloca no prato, faz comida, me atura no video game e abandona suas vontades e seu futebol (as vezes) pra me esquentar aos domingos de manhã.
Eu posso reclamar quando você vira a cara quando acendo meu cigarro (mais posso entender), e entendo. Posso reclamar quando peço alguma coisa e você não pode fazer (mais eu posso entender) e na maioria das vezes entendo.
Nesse 1 ano e 2 meses juntos, você fez por mim o que ninguém mais fez. Você me ensinou que o amor não é gritaria, xingamento e falta de respeito. Que o amor não é todo dia flor, mais amor é paz e serenidade no coração. Que ao mesmo tempo que fossemos sinceros um com o outro, a felicidade já faria parte de nos dois.
Eu sofri eternos anos e você sabe de cor tudo que passei (você acompanhou de fora), eu achava que não sofria, mais sofri e não foi por amor, foi pelo ser humano e você me ensinou a não sofrer mais. E eu aprendi.
Hoje lado a lado. Eu e você nessa complementação diária, superando desafios, enfrentando medos e buscando sonhos.

Eu te amo, e hoje eu só queria escrever isso pra deixar cravado numa parte da sua mente concretamente que você é tudo que eu mais quis na vida, e Deus mandou pra mim e eu agradeço. osanosincriveis

Só.

E eu acendo um cigarro que é pra queimar por dentro todo o estrago.
E eu bebo até o último gole do último copo, pra me privar que a decepção se enrole.
E canto, alto chorando, soluçando pra ver se entendo de uma vez por todas essa mania de amar errado, de ceder errando, de ser errante.
Eu tô cansada.
Essa morfina não anestesia os últimos dias que venho tendo.
Que dias são esses, cinzas e multicoloridos.
Cada dia uma surpresa e uma decepção, tudo junto e misturado.
Pra sofrer calado, sabe? Não!
Quero gritar dentro dessa bolha gigante,
Que sou errante, que o defeito não superar o jeito, mais é esse meu jeito e meu defeito, ser assim, sem era nem beira, sem jeito!
Quero gritar ao mundo que eu sou sozinha, e assim me sinto
Sem colo, mão, ombro e nem dirá manto.
Quero menos dias cinzas, a morena precisa levar a saudade.
Sou pequena, e é tudo que vale a pena.

Amanda.

thabzg:

queria uma casca
grudada nas costas
ou um buraco na terra
pra me esquecer nele
pra que as pessoas me esqueçam
eu to endoidecendo
é muita cobrança
é muito contato visual e vital com outros
eu canso
e recanso várias vezes na vida
tô dando tudo por alguns minutos sozinha
é produto demais
dinheiro…

Liga o rádio,
Deixa a saudade aqui, é tudo que vale a pena.
Los Hermanos na vitrola, um canelone a 2!
Banheira no jeito, pétalas de rosas sobre o vaso,
Uma toalha branca, sais de banho…
E a saudade morena, é tudo que vale a pena!
Acende o cigarro
Se tranquiliza, ouve a batida do coração, levanta, dança no embalo do som.
Me faz sorrir, hoje!
HOJE* é tudo que vale a pena morena.

Amanda.

Como se a alegria recolhesse a mão, pra não me alcançar.
Los!
Sapatos Novos.

Eu só tenho 20 anos.
Tem dias que vivo como se tivesse 90, ou como se precisasse ter.
Porque eu seguro o peso do mundo? Mas o mundo não me segura nem pelas mãos?
Ta doendo, eu tô chorando, mais não sei porque. Ou sei e não assumo!
”Ei como vai você? Levo assim calado!” (faz falta)
Eu não sou melhor, não sou pior, de forma alguma
Mas porque é tão dificil assim sorrir, ser feliz tranquilo, sem ter reclamação, pudor, dor? Cadê o sabor de tudo isso que tem dia que sinto?
Tem dia que acordo e vai tudo bem, zen de viver…
Já dias que nada faz sentido, os ossos doem e a vida bate na porta de bengalas.
Hoje tô assim, com um chá preto, um los hemanos calmante de fundo e uma cartela de dorflex, porque ta doendo porra!
Ta doendo as coisas em casa, a família doente, as notas baixas, os esforços deixados de lado, ”o precisar” de alguém que não se disponibilizou pra cuidar de mim, doí a falta que amizades fazem mas eu não faço sabe? Doi tanto!

Amanda.

A fé que você deposita em você, e só.
O Teatro Mágico